ENTREVISTA COM A REUMATOLOGISTA DRA. DANIELA POLIZELLI ROMA

Papo com a  Reumatologista!

Para o Dia Mundial da Conscientização da Psoríase, preparamos um super entrevista que vem falar de Covid, Sistema Imunológico, Vacina, e o que tudo isso tem a ver com Psoríase.

A maravilhosa Dra. Daniela Polizelli Roma, Reumatologista, respondeu suas dúvidas sobre o assunto!

Siga a Dra. Daniela no @tudosobrereumatologia

E obrigada a essa linda médica por apoiar o Amigos com Psoríase!

 

ENTREVISTA 

1. Pergunta dos Amigos: PODERIA ESCLARECER COMO FUNCIONA O SISTEMA IMUNOLÓGICO EM RELAÇÃO A DOENÇA AUTOIMUNE?

Dra. Daniela: Nosso sistema imunológico é formado por uma complexa rede de órgãos, células e moléculas que tem como função manter o equilíbrio do organismo, combatendo as agressões em geral.

Nas doenças autoimunes, observa-se uma perda da capacidade do sistema imunológico da pessoa em distinguir o que é próprio do seu organismo (self) daquilo que não é próprio do seu organismo (non-self).

As doenças autoimunes se originam após o sistema imunológico começar a produzir anticorpos contra componentes do próprio organismo. Ou seja, o corpo passa a ver suas próprias células como se fossem agentes invasores e ai começa a atacá-las.

2. Pergunta dos Amigos: POR QUE O SISTEMA IMUNOLÓGICO ATACA O PRÓPRIO ORGANISMO?

Dra. Daniela: Nas doenças autoimunes, observa-se uma perda da capacidade do sistema imunológico da pessoa em distinguir o que é próprio do seu organismo (self) daquilo que não é próprio do seu organismo (non-self). A perda da autotolerância do sistema imunológico pode ter causas intrínsecas (relacionadas ao próprio corpo) ou extrínsecas (externas) ao organismo.

As causas intrínsecas estão associadas principalmente aos fatores genéticos. Já as causas extrínsecas estão associadas a infecções, exposição a agentes físicos e químicos como radiação solar, pesticidas, estresse emocional e medicamentos.

3. Pergunta dos Amigos: QUAIS AS PRINCIPAIS DOENÇAS AUTOIMUNES?

Dra. Daniela: As principais doenças autoimunes reumatológicas são artrite reumatóide, artrite psoriásica, lúpus, espondilite anquilosante, doença de Behcet e a síndrome de Sjogren.

4. Pergunta dos Amigos: O QUE É E COMO FUNCIONA A ARTRITE PSORIÁSICA?

Dra. Daniela: Estudos científicos têm demonstrado a importância de fatores genéticos na susceptibilidade a doenças autoimunes. Entretanto, mesmo em um indivíduo geneticamente susceptível, geralmente é necessário um “agente desencadeador” ou “gatilho”, para que a perda da auto tolerância ocorra.

O papel da susceptibilidade individual determinada por fatores genéticos fica evidente na associação do alelo HLA-B27 com espondilite anquilosante, artrite reativa e artrite psoriásica.

A artrite psoriásica envolve a produção de forma “desregulada” de diversas citocinas inflamatórias que irão causar inflamação e consequentemente as manifestações clínicas da doença.

5. Pergunta dos Amigos: E MAIS UMA ENORME DÚVIDA QUE POR SI SÓ JÁ VAI DAR UMA SUPER MATÉRIA:

  1. OS IMUNOSSUPRIMIDOS FORAM CONSIDERADOS PESSOAS COM COMORBIDADES E TIVERAM DIREITO (COMO EU) A VACINA PARA COVID ANTECIPADA. ISSO SE DEVE AO FATO DO TRATAMENTO QUE FAÇO COM O METOTREXATO E O BIOLÓGICO TREMFYA.

Dra. Daniela: Sabemos que pessoas que tem doenças autoimunes apresentam alterações  do sistema imunológico, ou seja, esse mesmo se apresenta “desregulado”. Além disso, sabemos que a maioria das pessoas com doenças autoimunes utilizam medicações imunossupressoras. Tanto pela doença em si e quanto pelo uso dos tratamentos imunossupressores, há indicação de utilizar a vacina contra o COVID.

É importante ressaltar que a 3 dose da vacina contra o COVID é recomendada já que estudos mostraram que portadores de doenças autoimunes tem uma tendência a produzirem menos anticorpos do que pessoas sem a doença. O esquema vacinal com a 3 dose aumenta os níveis de anticorpos de proteção.

  1. 2. Pergunta dos Amigos: POR OUTRO LADO, JUSTAMENTE PELO FATO DE USAR IMUNOSSUPRESSORES, NO CASO DE UMA INFECÇÃO POR COVID EU NÃO TEREI ESSA SUPERPRODUÇÃO DE CITOCINAS E CONSEQUENTEMENTE TENHO MENOS RISCO DE SER PACIENTE GRAVE DE COVID.

Dra. Daniela: Não necessariamente. O que já sabemos e reforçamos é que pessoas que estão com a doença controlada, em remissão, tem uma tendência a terem menos risco de COVID grave. É importante enfatizar que apesar da pandemia, deve-se manter o tratamento em dia. Importante fazer os exames de rotina e também comparecer as consultas.

6. Pergunta dos Amigos: QUAL O RISCO DE SER UM PACIENTE IMUNOSSUPRIMIDO?

Dra. Daniela: O risco de ser um paciente imunossuprimido depende do tipo de medicações que você está utilizando. As medicações apresentam graus variáveis de imunossupressão e por isso, antes de se vacinar, é importante a recomendação do seu médico.

 

A Dra. Daniela atende na: https://www.consultorioroma.com/

 

 

 

 

 

#amigoscomspsoriase#diamundialdapsoriase#worldpsoriasisday

 

2021-10-27T11:32:37+00:00

Deixe o seu Comentário