TIPOS DE PSORÍASE

 

PSORÍASE EM PLACAS (OU VULGAR)
A forma mais comum da doença. É caracterizada por lesões de tamanhos variados, avermelhadas e com escamas secas, que surgem no couro cabeludo, joelhos e cotovelos. Os machucados podem provocar coceira, dor e até mesmo rachaduras e sangramentos;

PSORÍASE DO COURO CABELUDO
É um dos locais mais comuns atingidos pela psoríase. Este tipo é, na verdade, o mesmo da psoríase em placas, só que nesse caso acomete o couro cabeludo, podendo ir até a
testa, atrás do pescoço, ao redor e dentro das orelhas. Importante ressaltar que o tratamento para psoríase na pele não é o mesmo para o couro cabeludo, onde é geralmente utilizado solução, shampoo ou gel. Não aplique pomadas no couro cabeludo;

PSORÍASE GUTATA
Este tipo afeta cerca de 10% das pessoas com psoríase – em sua maioria, crianças e adolescentes – e surge como pequenos pontos avermelhados em forma de gota espalhados pelo corpo;

PSORÍASE UNGUEAL
Neste tipo da doença, surgem depressões, fissuras e manchas amareladas principalmente nas unhas das mãos que acabam ficando fracas e doloridas. Pode haver descolamento parcial ou a perda da unha, o que provoca grande desconforto e dor;

PSORÍASE PALMO-PLANTAR
As lesões se concentram nos pés e nas mãos, pode provocar fissuras e rachaduras nas palmas das mãos e nas solas dos pés, levando dor e desconforto ao paciente.

ARTRITE PSORIÁSICA
Aproximadamente 30% das pessoas com psoríase também desenvolvem artrite que causa dor, rigidez e inchaço nas articulações. Como a doença pode evoluir, comprometendo a mobilidade do paciente, é importante o tratamento e acompanhamento frequente com o médico Reumatologista. Hoje os medicamentos imunobiológicos tem trazido excelentes resultados no tratamento da artrite da psoríase, com melhora de até 96% das dores e lesões.

PSORÍASE INVERTIDA
Nela, surgem lesões mais úmidas, localizadas em áreas de dobras, como na virilha e nas axilas, devido as regiões que atinge no corpo, provoca grande incômodo e prurido

PSORÍASE PUSTULOSA
Nesse caso as feridas apresentam pus. É necessário cuidado e acompanhamento médico para evitar infecções.

PSORÍASE ERITRODÉRMICA
Esse é o tipo menos comum da doença, mas o mais grave, havendo necessidade por vezes de internação hospitalar devido as lesões generalizadas em 75% ou mais do corpo.

Fontes: SaúdeNovartis, AtivoSaúde, Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Dermaclub

#amigoscompsoriase

2019-09-02T09:40:21+00:00

Deixe o seu Comentário