Psoríase no verão

O verão pode ser seu aliado no controle dos sintomas da psoríase

Está aberta a temporada do calor e sol intenso, época de aproveitar a praia, mar e piscina. Por outro lado, nem sempre é a estação mais esperada por quem sofre com os sintomas da psoríase.

Como é preciso usar menos roupas por conta do calor, as regiões da pele afetadas pela psoríase também ficam mais a mostra, o que pode causar certo desconforto para quem convive com a doença.¹ ²

         

Por outro lado, a exposição à luz solar, em geral, melhora a psoríase.¹ É muito importante conversar com seu dermatologista sobre o tempo indicado para exposição solar, pois depende dos locais das lesões e do seu tom de pele. Se houver exposição solar aguda e intensa, com queimadura, pode haver uma piora das lesões.6

Há alguns cuidados que devem ser tomados para aproveitar melhor os benefícios do sol. Em geral, se recomenda a exposição ao sol inicial de 5 minutos por dia e ir aumentando gradativamente até chegar a 15 minutos diários.¹

Para isso é importante escolher o horário em que a incidência dos raios ultravioletas é menor, como antes das 10 horas da manhã e após às 16 horas. É importante ainda passar protetor solar na pele que ficará exposta, menos em cima da área com psoríase.³

Para se refrescar, nada melhor do que um belo mergulho no mar, que além de refrescar, ajuda a abrir os poros e a remover as células mortas da pele, melhorando a aparência das placas e também a coceira. No entanto, isso também acaba ressecando a pele, por isso uma boa hidratação é importante para que os efeitos sejam mais duradouros.¹ ²

Enquanto isso, vá para fora e aproveite o que de melhor o verão pode proporcionar: além de boas memórias, um alívio dos sintomas da psoríase!¹

Referências

  1. WebMD. Summer tips for psoriasis. Disponível em: http://www.webmd.com/skin-problems-and-treatments/psoriasis/features/psoriasis-in-spring-and-summer. Último acesso em janeiro de 2017.

  2. Skin to live in. Why I can´t get enough of the beach when living with psoriasis. Disponível em: http://www.skintolivein.com/psoriasis/article/why-i-cant-get-enough-of-the-beach-when-living-with-psoriasis/. Último acesso em dezembro de 2016.

  3. Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Câncer da pele. Disponível em: http://www.sbd.org.br/doenca/cancer-da-pele/. Último acesso em dezembro de 2016.

  4. Nestle FO, Kaplan DH, Barker J. Psoriasis. N Engl J Med 2009; 361(5):496-509.

  5. EMEA – CHMP. Guideline on clinical investigation of medicinal products indicated for the treatment of psoriasis. Disponível em: http://www.ema.europa.eu/docs/en_GB/document_library/Scientific_guideline/2009/09/WC500003329.pdf. Último acesso em janeiro de 2017. 

  6.  SBD. Consenso Brasileiro de Psoríase e Guias de Tratamento. Disponível em http://www.ufrgs.br/textecc/traducao/dermatologia/files/outros/Consenso_Psoriase_2012.pdf. Acesso em Janeiro 2017.

2017-09-21T00:33:30+00:00

Leave A Comment

Avada WordPress Theme