NÓS PODEMOS! PELE SEM LESÃO É POSSÍVEL!

Com as recentes descobertas e avanços da medicina na área de pesquisa e novos tratamentos¹, aquela ideia de que as pessoas com psoríase são fadadas a conviver com as lesões na pele causadas pela doença passou a ser mais um mito sobre a psoríase. Com todos os recursos terapêuticos hoje disponíveis, independentemente da gravidade da sua psoríase, seu objetivo deve ser uma pele sem lesão!²

 Por se tratar de um conceito relativamente novo, muitas vezes, esse desejo tem que partir de você. Se você tiver alguma dúvida sobre o seu tratamento atual ou achar que os resultados não estão sendo totalmente satisfatórios, seguem alguns passos que podem te ajudar na busca de uma pele sem lesão e de mais qualidade de vida!

  • Converse com seu médico, sempre. Para que seu médico possa avaliar novas opções terapêuticas que te possibilite a pele sem lesão ou quase sem lesão², a primeira coisa que ele precisa saber é que você não está satisfeito com o tratamento atual. Isso depende principalmente de você! Tenha uma relação aberta e de confiança, conte para o médico quais os sinais e sintomas da psoríase ainda te incomodam, ou mesmo se há algo no tratamento em si que você gostaria de mudar. Juntos, vocês chegarão ao tratamento ideal da psoríase!
  • Mantenha um registro da psoríase: nós já falamos aqui sobre o Índice da Gravidade da Psoríase por Área (PASI) e do Índice de Qualidade de Vida em Dermatologia (DLQI), lembra? Essas ferramentas também são valiosas para te ajudar a saber se você está obtendo resultados suficientemente bons em relação ao seu tratamento.³ Com apenas semanas de um tratamento eficaz esses índices tendem a melhorar, em consequência do efeito esperado em diminuir as lesões da pele (sintoma mais comum da psoríase) e devolver sua qualidade de vida.³ Se você não está vendo progresso nesses índices, converse com seu médico sobre ajustes e outras possibilidades existentes.
  • Informe-se! Como dizem, “informação é o melhor remédio”. Não tenha medo ou vergonha de tirar todas as suas dúvidas com o médico e/ou outros profissionais de saúde envolvidos no tratamento da sua psoríase! Com cautela, a Internet pode também ser um grande aliado (mas lembre-se de selecionar sites de confiança). Por fim, as associações de pacientes também estão aí para ajudar com informações valiosas sobre a psoríase e seu tratamento. Use todos os recursos que tiver à sua disposição na busca por uma pele sem lesão!
  • Não se acomode com as lesões…Talvez esse seja um dos mais importantes passos para alcançar a pele sem lesão. A motivação em buscar aquilo que é melhor para você. Sabemos que a busca pelo tratamento ideal para você pode ser um processo longo e exaustivo, mas ele valerá a pena, assim que os resultados positivos na pele começam a aparecer. Tenha persistência contra a psoríase e não se acomode com situações que te deixam deprimido ou constrangido, há sim novas alternativas para viver bem e com qualidade!4   
    Referências
  1. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Consenso Brasileiro de Psoríase 2012 – Guias de avaliação e tratamento. Disponível em http://www.ufrgs.br/textecc/traducao/dermatologia/files/outros/Consenso_Psoriase_2012.pdf. Acesso em julho de 2016.
  2. EMEA – CHMP. Guideline on clinical investigation of medicinal products indicated for the treatment of psoriasis.. Disponível em http://www.ema.europa.eu/docs/en_GB/document_library/Scientific_guideline/2009/09/WC500003329.pdf. Acesso em maio de 2016.
  3. Mattei PL, Corey KC, Kimball AB. Psoriasis Area Severity Index (PASI) and the Dermatology Life Quality Index (DLQI): the correlation between disease severity and psychological burden in patients treated with biological therapies. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2014 Mar;28(3):333-7.
  4. Protetores de Pele. Boas novas para os pacientes de psoríase. Disponível em http://protetoresdapele.org.br/boas-novas-para-os-pacientes-de-psoriase/. Acesso em abril de 2016.
2018-09-22T11:52:57+00:00

Deixe o seu Comentário