VOCÊ SABE MESMO O QUE SÃO PASI E DLQI?

*post patrocinado – autor Novartis


Se você tem psoríase, provavelmente já ouviu falar em PASI e DLQI certo?

Esses dois índices são os mais utilizados parar avaliar a gravidade e a extensão da psoríase, a qualidade de vida e o sentimento do paciente em relação à doença e até mesmo a resposta ao tratamento prescrito.¹
Por isso, os médicos costumam aplicar os questionários PASI e DLQI logo após o diagnóstico (para saber qual o quadro de saúde do paciente) e depois periodicamente, para avaliar os resultados dos tratamentos prescritos.
Apesar de serem super importantes, entender o PASI e o DLQI nem sempre é tarefa fácil. Então, separamos aqui um guia rápido para quem quer desvendar de uma vez por todas esses questionários e ter mais controle sobre a psoríase!
Vamos lá!

Índice da Gravidade da Psoríase por Área (PASI)

O PASI estabelece critérios claros na avaliação da gravidade e extensão da psoríase. O médico é quem faz o cálculo, o que leva poucos minutos, e acompanha o índice PASI do paciente.²
Inicialmente, é avaliada a intensidade das lesões de psoríase. Para isso, o médico verifica três aspectos da pele (vermelhidão, espessura das placas e descamação) e os classifica de acordo com a intensidade: ausente, leve, moderada e grave, através de uma pontuação.¹-³ Na etapa seguinte, ele analisa a extensão das lesões de psoríase.³
Quatro áreas são avaliadas: cabeça, tronco, braços e pernas, e é avaliado o percentual de acometimento de cada área, através de outra pontuação.³
O “índice PASI” (ou, em inglês, PASI score) é o resultado das medidas acima combinadas, gerando uma pontuação que varia de 0 a 72: sendo 0 quando não há psoríase e 72 nos casos mais graves.³
Outro ponto importante de se entender em relação ao PASI, e que pode gerar confusão com o índice acima, é quando o termo PASI aparece associado a um dos números 50, 75 ou 90-100. Isso faz referência à melhora do paciente com os tratamentos em uso. Por exemplo, quando o médico diz que você alcançou PASI 75, significa que sua psoríase melhorou 75% em comparação ao início do tratamento ou à medida de PASI anterior.³

Índice de Qualidade de Vida em Dermatologia (DLQI)

O DLQI por sua vez, avalia a qualidade de vida das pessoas com doenças dermatológicas, inclusive a psoríase. 4-5
Da mesma forma que o PASI, esse índice estabelece critérios não subjetivos na avaliação dos impactos da psoríase.4-5 Para aplicar o questionário, o médico ou alguém de sua equipe, faz 10 perguntas para o paciente, sobre o quanto a doença de pele afetou sua vida na última semana.5
O DLQI considera seis diferentes aspectos do dia a dia das pessoas (listados abaixo), e as respostas podem variar de “altíssimo impacto” até “impacto nenhum”. Os aspectos avaliados são seis:
  1. sintomas e sentimentos;
  2. atividades diárias;
  3. lazer;
  4. trabalho e escola;
  5. relações pessoais;
  6. tratamento.
A combinação das respostas gera um resultado de 0 a 30, sendo 0 o menor (ou nenhum) impacto da doença na qualidade de vida do paciente; e 30 o mais grave, quando os efeitos são extremamente amplos na vida do paciente.5
Há relação entre PASI e DLQI?
Apesar de o PASI e o DLQI serem índices independentes, há uma relação previsível entre os resultados, uma vez que a redução da gravidade e da extensão da psoríase pode ser traduzida na melhora da qualidade de vida das pessoas com psoríase.¹
Acompanhe seus dados, fique atento ao seu progresso no combate à psoríase!
Saiba mais clicando aqui!
Referências
  1. Mattei PL, Corey KC, Kimball AB. Psoriasis Area Severity Index (PASI) and the Dermatology Life Quality Index (DLQI): the correlation between disease severity and psychological burden in patients treated with biological therapies. J Eur Acad Dermatol Venereol. 2014 Mar;28(3):333-7.
  2. About Health. “What is a PASI score?” Disponível em http://psoriasis.about.com/od/psoriasisfaqs/f/pasi.htm. Último acesso em 11 de novembro de 2015. 
  3. The Psoriasis and Psoriatic Alliance (PAPAA). Psoriasis Area & Severity Index. Disponível em http://www.papaa.org/articles/psoriasis-area-severity-index. Último acesso em 11 de novembro de 2015.
  4. Finlay AY, Khan GK. Dermatology Life Quality Index (DLQI): a simple practical measure for routine clinical use. Clin Exp Dermatol 1994; 19:210-216.
  5. British Association of Dermatology (BAD). DERMATOLOGY LIFE QUALITY INDEX (DLQI). Disponível em http://www.bad.org.uk/shared/get-file.ashx?itemtype=document&id=1653. Último acesso em 11 de novembro de 2015.
  6.  Martins GA, Arruda L, Mugnaini ASB. Validação de questionários de avaliação da qualidade de vida em pacientes de psoríase. An bras Dermatol, Rio de Janeiro, 79(5):521-535, set/out. 2004.
2018-09-22T11:21:23+00:00

Deixe o seu Comentário